“A Equipe Casa Sul está funcionando normalmente em home office. Se precisar falar conosco, ligue para (41) 99966-8360 ou clique aqui para mandar uma mensagem via WhatsApp”

  • CONTENT
Conexão

Dicas para uma brinquedoteca em casa

Onde: Curitiba • 06 de Agosto - 2020 | Fotos Marcelo Stammer

Caroline Bollmann conta como criar um ambiente divertido e seguro para os pequenos

Distrair as crianças em casa, durante a pandemia, não é uma tarefa fácil. Pensando nisso a arquiteta (e mãe) Carol Bollmann sugeriu dicas para criar um espaço de brincadeiras e diversão:

 

CORES:

“As cores são muito importantes para estimular a criatividade das crianças. Nesse caso, por se tratar de um espaço para meninos e meninas, optamos pelas cores primárias unissex que ficam alegres.” – destacou a profissional. Papéis de parede são outra ótima opção de décor e podem ser trocados com facilidade, além de lavados e higienizados.

 

SEGURANÇA:

Um fator muito importante neste tipo de projeto é a correta especificação de materiais, como nesse caso, piso vinílico, emborrachado para todo o espaço, além de móveis resistentes com cantos arrendondados. Estantes devem ser fixas e, se possível, entre paredes de alvenaria. Como este é um lugar para extravasar as energias é fundamental que o mobiliário não ofereça riscos às brincadeiras.

 

ILUMINAÇÃO:

Muitas vezes as brinquedotecas são usadas de dia e também à noite: por isso, pendentes que aproximam a iluminação nas bancadas de atividades ajudam as crianças a realizarem as atividades e brincadeiras sem forçar a visão.  A iluminação natural e a ventilação nesses ambientes  deve ser confortável e versátil, permitindo as brincadeiras em vários horários do dia. Não esqueça que janelas devem receber redes de segurança e ficar fora do acesso dos pequenos!

 

CRIATIVIDADE:

A imaginação faz parte das brincadeiras e deve ser estimulada no espaço da brinquedoteca. Nesse caso, a arquiteta criou uma parede especial, que pode receber desenhos com giz, e um espaço lúdico para brincar de casinha ou castelo. Outra sugestão é agregar ao espaço uma área de games e TVs, evitando assim que os brinquedos se espalhem às áreas de dormir: a diferenciação  do espaço de brincar e do espaço de dormir ajuda a delimitar a hora de cada atividade, deixando para o quarto os momentos de descanso, tranquilidade e concentração.

Comentários
Deixe seu comentário

Você também vai gostar
Identificação X
entrar usando o facebook