“A Equipe Casa Sul está funcionando normalmente em home office. Se precisar falar conosco, ligue para (41) 99966-8360 ou clique aqui para mandar uma mensagem via WhatsApp”

  • CONTENT
Conexão

Arquitetura, arte e design em um só caminho

Ana Penso Onde: Curitiba • 25 de Junho - 2020 |

Rômulo Lass, um jovem talento que vai levar Curitiba para o mundo

Rômulo foi uma criança que sempre gostou de desenhar, na época de Natal, por volta de seus 10 anos copiou um desenho do jornal e chamou a atenção de sua mãe, que o colocou no Solar do Rosário para aprender a desenhar, ali nascia uma grande paixão. De família curitibana, seu pai engenheiro e mãe professora; tinha em casa seus maiores aliados para desenvolver talentos artísticos. Mesmo assim quando a hora do vestibular chegou estava decidido a fazer Medicina mas graças ao destino e ao coração que sempre bateu pelo desenho, acabou cursando arquitetura. Faculdade que até hoje o ajuda com o muralismo, que envolve diversas áreas para ser contemplado.
O compromisso de Lass é com a liberdade; seja ela de criação ou empreendedora. Por este motivo optou por desenhar seu caminho da forma que acredita, correndo atrás do que ama e faz seu coração bater mais forte. 

 

A cerâmica sempre esteve por perto em todo seu trajeto. Seu avô teve uma loja de prestígio em Curitiba, que comercializava acabamentos especiais chegando a ter uma linha própria autoral; é ou não um caso de genética? Em um momento de reinvenção de sua carreira como arquiteto, fez um curso de estamparia artesanal no Sesc Pompéia em São Paulo, com Celso Lima e Augusto Sampaio, grandes mestres da arte da estamparia e padronagem. Lá aprendeu a técnica milenar de block print, originária da Mesopotâmia e hoje amplamente usada na Índia com carimbos de madeira talhados à mão. Durante 14 semanas, todas as sextas era uma odisséia para conseguir ter uma boa absorção do curso. Esse foi o primeiro passo para sair da padronagem de tecidos e seguir para a cerâmica. Na mesma época vendeu sua moto para comprar um forno e iniciar seu romance efetivo com a azulejaria. Mais uma vez a curiosidade nata ajudou Rômulo a desenvolver suas potencialidades, estudando muito - sempre pensando em aprender cada vez mais.
Tinha o forno, agora faltava um bom fornecedor de azulejos. Demorou um tempo mas conseguiu um modelo 15x15cm da Incepa que era perfeito para seu trabalho, que no início era tinta de porcelana sobre esmalte.

Em suas constantes investigações descobriu o azulejo biscoitado, ou seja, sem o esmalte de acabamento. Isso permitiu que fosse mais livre em suas criações pois poderia usar a tinta diretamente sobre a peça.

Eu decido o que quero fazer, isso é a liberdade que sempre sonhei."

 

Trabalhar com murais, usando técnicas milenares, para Rômulo, é manter uma tradição, com olhar contemporâneo. A importância de seu trabalho foi finalmente desperta através do artista e amigo Alexandre Mancini, que o ajudou a vislumbrar a grandiosidade do muralismo e de todo seu conteúdo cultural e histórico.
Curitiba têm uma história linda com a cerâmica, principalmente por conta de Poti Lazzarotto, um ícone da técnica; sendo assim deseja dar continuidade à esse trabalho tão lindo. Por isso gosta de ser chamado de muralista, pois remete à referências ricas e significativas.
O mercado de Rômulo é relacionado diretamente à arquitetura e construção civil, mercado que vinha crescendo muito nos últimos anos e foi em 2017 que começou a sua carreira profissional como um muralista e mesmo em meio à crise prospera.

 

Um grande trabalho em desenvolvimento é a fachada da Paróquia de São João Batista em Arapoti, um painel de 90m², que demanda muita atenção e envolvimento; sendo o trabalho de rua com visibilidade pública seu grande nicho. Não é diferente com outros painéis residenciais únicos em desenvolvimento, que nascem de um desejo do morador pela presença de sua arte, visando bem estar e qualidade de vida através da arquitetura, pois o mural acaba se fundindo com o ambiente. Uma de suas maiores realizações é ver seus clientes se tornarem amigos.

Acredito no poder da arte para mudar a vida das pessoas."

 

Delicadeza na escolha da técnica, desenho e cores para estar presente na arquitetura, atribuindo sentido e sentimento. Rômulo é uma pessoa versátil, curiosa, criativa e de uma riqueza de referências que encanta. Em conversa, me contou que em um encontro com uma amiga em comum nossa, a querida Mariah Salomão Viana, conversaram sobre uma fábula infantil da raposa curiosa - onde se identificou muito pois a curiosidade nutre a criatividade, motor de todo artista, designer e arquiteto.
Gosta de pensar que sua obra serve ao espaço e não o contrário; por isso cada painel é único e exclusivo; personalizado para o cliente.
Seu foco hoje é seu filho de 10 meses, sua família e a famigerada liberdade de escolher com o que trabalhar. Ter tempo para criar, sem pressão e dento de um universo leve o faz sentir feliz e mais produtivo.

 

Enquanto cozinhava em casa, Rômulo contou que em meio à sua trajetória com a cerâmica viveu várias ciladas do tempo! No processo de execução do painel para Rodrigo Conti, que fez a encomenda para estar pronta no dia de seu casamento e com uma semana de prazo de entrega, muitas tretas aconteceram. Era um painel com técnica nunca usada antes por Rômulo e ainda por cima sendo necessário fazer a queima em um forno que não era dele. O painel precisava ser instalado no sábado e o forno seria aberto na sexta da mesma semana. Quem conhece o processo de queima sabe que peças inéditas causam um medo sem tamanho de tudo dar errado. Mesmo na incerteza, o cliente resolveu picotear a parede onde a cerâmica seria instalada, pois isso melhora a fixação na parede. E se tudo desse errado, o casamento de Rodrigo teria como pano de fundo uma parede toda castigada e com um painel instalado pela metade. Mas tudo deu certo! O casamento aconteceu e o painel foi um sucesso.

 

Rômulo também contou que já fez a a apresentação de um painel para um cliente super vip com toda a metragem errada! Mas como um bom arquiteto criativo, conseguiu resolver e deixar o cliente muito feliz com o resultado. Mais uma vez, muita adrenalina mas muita realização no final.
A linha de azulejos de repetição de Lass é encontrada no site da marca, pelo insta e pelo whatsapp. Para murais exclusivos Rômulo chama para uma conversa mais de perto, afinal não existe a possibilidade de conhecer o artista e não tornar-se um amigo.

 

Esse é Rômulo Lass, um rapaz incrivelmente simples, cheio de conteúdo e muito talentoso. É uma alegria poder dizer que conheço um pouco da caminhada desse jovem talento que vai voar muito alto, levando Curitiba para o mundo.

 

Instagram @rlass.art
Whatsapp (41)99830-2777
Site www.rlass.com

 

Saiba mais:

 

 

Galeria
Comentários
Deixe seu comentário

Você também vai gostar
Identificação X
entrar usando o facebook