• CONTENT
Produtos & Tendências

Alerta de tendência: décor afetivo

Onde: Curitiba • 22 de Junho - 2022 | Fotos Créditos nas Fotos

Tudo sobre a tendência voltada a reconectar memórias e despertar a felicidade dos moradores através do décor 

Recorte de decoração inspirada pelo quadro Nós, da coleção Entrelace da Moldura Minuto

"Mais amor, por favor!" Esta frase, que mais parece uma hashtag das redes sociais, na verdade traduz uma tendência crescente no mundo da arquitetura e design. O isolamento social e a turbulência da vida no século XXI intensificou o desejo dos consumidores por elementos que evocam conforto, boas experiências e satisfação do seu gosto estético pessoal. A partir disso, objetos portadores de memórias, capazes de conectar as pessoas com seus entes queridos, lugares favoritos e momentos agradáveis, ganharam importância renovada.

 

 

Acima: Para a composição do décor dessa estante, a arquiteta aproveitou diversos objetos trazidos de viagens, além de um acervo literário composto por livros herdados dos pais, exemplares adquiridos em momentos especiais ou presenteados por pessoas queridas. Essa conjunção deixa o ambiente elegante e, ao mesmo tempo, aconchegante | Foto: Carlos Piratininga

As especialistas em memória social Olivia Nery, Frantieska Schneid, Maria Mazzucchi e Francisca Michelon destacam que o décor afetivo ajuda a retomar lembranças e ressignificá-las, projetando seus efeitos para o futuro. Na arquitetura o décor afetivo se traduz de formas que vão, desde acabamentos em madeira, até ornamentação com peças artesanais, tapeçarias decorativas, plantas naturais em ambientes internos e cores quentes nas paredes e na mobília. O conceito de decoração afetiva envolve o uso de peças de cunho sentimental ou de itens de grande valor simbólico para o morador ou usuário do espaço.



 

Foto acima: Recorte de uma memória. Decoração afetiva inspirada na história familiar que ajudou a desenvolver o quadro "Flor de Jabuticabeira", da coleção Entrelace, lançamento da Moldura Minuto.

 

De acordo com a arquiteta Cristiane Schiavoni, à frente do escritório que leva seu nome, o estilo se conecta automaticamente com a psicologia e o humor de cada um de nós. "Seja por meio de uma foto ou elementos que nos façam recordar de uma viagem, de um momento ou de alguém, nosso eu interior se transporta e transforma aquele minuto que estamos vivendo. É o poder de nos arrancar sorrisos, atenuar a saudade, e nos lembrar de quem realmente somos", filosofa.

 

 
Acima: A hora e a vez do handmade. Seja nas peças de mobília ou nos itens de decoração de paredes, o "faça você mesmo" nunca esteve tão em alta. Prova disso é a peça "Circular", da coleção Entrelace da Moldura Minuto, que traz a arte têxtil para o foco decorativo.

 

Para revelar boas lembranças através do décor uma boa alternativa é investir em molduras e "vitrines" para expor os objetos preferidos dos moradores. A Moldura Minuto, única do segmento a ter uma molduraria de luxo e uma galeria de artes e fotografias com acervo exclusivo, oferece uma consultoria exclusiva que auxilia os clientes a escolher cada detalhe da montagem ou da composição de quadros do seu ambiente.


Acima: Nesse projeto, a cristaleira acumula diversos cristais herdados de família. Posicionada com destaque no living, os objetos de grande valor afetivo impõem personalidade e trazem a sensação de conexão e pertencimento aos seus moradores, enquanto a estrutura de vidro e serralheria dá um toque de modernidade. | Foto: Carlos Piratininga

 

Sejam louças ou móveis passados de pai para filho, itens trazidos de viagens, coleções ou até mesmo peças compradas em garimpos ou antiquários, tudo pode ser integrado ao décor de forma harmoniosa, valendo o alerta: "Assim como outros itens de muito afeto, temos que encontrar uma solução que não seja simplesmente guardar dentro de um armário ou esconder dentro de um monte de caixas. Podemos trabalhar com uma estante ou prateleiras na parede devotadas para essa exposição, como também podemos espalhar pela casa. O importante é respeitar os moradores e entender as suas preferências e necessidades".

Acima: Nessa sala de estar integrada com a varanda, Cristiane Schiavoni valorizou a presença da cristaleira, móvel que simboliza o início da vida e uma das primeiras conquistas do casal de moradores. Na leitura do décor contemporâneo, sua tonalidade combinou com os demais tons incorporados ao projeto | Foto: Luis Gomes 

 

Para Christiane, vale sempre focar no equilíbrio do antigo com o novo. "Se a lembrança for uma peça decorativa que atravessa gerações e que pareça esteticamente antiga, uma ótima saída é combiná-la com móveis modernos que podem ser colocadas em qualquer ambiente, desde o dormitório até a garagem", afirma.

Confira nossa galeria de imagens e notícias relacionadas para ficar por dentro desta e outras tendências! 

 

 

 

 

Comentários
Deixe seu comentário

Você também vai gostar
Identificação X
entrar usando o facebook