“A Equipe Casa Sul está funcionando normalmente em home office. Se precisar falar conosco, ligue para (41) 99966-8360 ou clique aqui para mandar uma mensagem via WhatsApp”

  • CONTENT
Conexão

Flores comestíveis no jardim

Marilua Feitoza Onde: Curitiba • 29 de Outubro - 2020 |

As flores passaram a ter uma nova função: nutrir e embelezar os alimentos

Elas sempre tiveram o papel de alegrar e trazer vida ao jardim. E ainda continuam exercendo essa honrosa função na paisagem. O que mudou nos últimos anos, é que as flores passaram a ter uma nova função: a de nutrir e embelezar os alimentos.



Existem muitas flores comestíveis cultivadas e espontâneas que podem e devem ser aproveitadas na nossa alimentação diária. São inúmeras as possibilidades de preparos: saladas, sucos, doces, geleias, mousses, gelatinas, arroz, massas, pizzas, sopas, refogados e carnes em geral.

 

As flores comestíveis, além de deixar a refeição biodiversa e colorida, têm muitos benefícios nutricionais e medicinais. A capuchinha, por exemplo, é considerada um alimento funcional, pois é rica em vitaminas A e C. A flor da calêndula tem alto teor de carotenoides, uma substância química que ajuda na manutenção da visão e na prevenção contra o câncer, problemas cardíacos, catarata e degeneração muscular.

 

Mas antes de sair comendo flores por aí, quero te alertar sobre alguns pontos importantes:
• Nunca coma flores compradas em Garden Center ou supermercados. Estas, são repletas de agrotóxicos adubos químicos.
• Não coma flores colhidas em locais públicos: praças, bordas de estradas, bordas de igarapés e rios urbanos, são impróprias para consumo, pois contém poluição e metais pesados.
• Cuide para não comer flores do seu jardim caso tenha cachorros ou gatos que possam estar usando os canteiros e vasos como banheiro.
• Todas as flores são potencialmente alergênicas. Caso tenha alergia à pólen, é bom evitar.
• Se certifique que não há nenhum bichinho dentro da flor antes de consumí-la.



Onde conseguir mudas e sementes

As flores podem ser semeadas em sementeiras e transplantadas para vasos e canteiros. E dependendo da variedade, pode ser feito o plantio direto. Assim, você garante que as flores que irão para à mesa estão sendo manejadas de forma segura e natural, sem uso de venenos. Já existem no mercado para comercialização, sementes de flores orgânicas e livres de transgênicos.

Visite agricultores que tenham mudas de boa procedência e livre de defensivos químicos. Converse com vizinhos para conseguir mudinhas de quintais conhecidos. Troque sementes e mudas com amigos, participe de grupos de jardineiros nas redes sociais, existem alguns bons no Brasil. Pesquise, estude, leia, faça cursos na área. Existem várias formas de consumo seguro de flores comestíveis.

 

Te apresento agora, cinco flores comestíveis para ter no jardim.

 

1. Rosas (Rosa spp)
As rosas são talvez as flores mais populares da atualidade. Suas pétalas são muito utilizadas em banhos terapêuticos e escalda-pés. E sim, elas são comestíveis. As pétalas podem enfeitar a salada, e ainda, rendem um suco delicado de cor sensacional.

 

2. Dália (Dahlia pinnata Cav.)
A dália é um ícone dos jardins biodiversos. Mundialmente cultivada em canteiros a pleno sol para fins ornamentais. O que muita gente não faz ideia, é que suas raízes tuberosas e inflorescências são comestíveis. Você pode preparar uma geleia deliciosa com as pétalas. E todas as cores de flores podem ser consumidas. Já pensou servir geleia de fores de dália para os convidados? Um luxo só.

 

3. Capuchinha (Tropaeolum majus)
A capuchinha é toda comestível, da cabeça aos pés. Come-se os talos, folhas, flores e frutos. Suas flores lembram o gosto do agrião, são levemente picantes, uma delícia. E vamos combinar que só a presença dela já deixa a salada vestida para festa! Os chefes de cozinha já elegeram a flor da capuchinha como a vedete das flores comestíveis. Ela é muito usada na finalização de risotos, massas e saladas.

 

4. Calêndula (Calendula officinalis)
Vocês já leram aqui que a flor da calêndula é medicinal. São tantas propriedades nutracêuticas que precisaria escrever um artigo só sobre esta plantinha milagrosa. Suas pétalas podem ser ingeridas frescas ou refogadas, na finalização de pratos, em saladas, sucos, geleias, panquecas, sopas, risotos.

 

5. Hibisco (Hibiscus rosa-sinensis L.)
São várias as espécies de flores de hibiscus comestíveis. E quando elas surgirem, corra para colhê-las, pois duram pouco, apenas um dia. As flores podem ser utilizadas como corantes naturais e para preparos inusitados: kombucha, flores empanadas; e preparos mais conhecidos a exemplo de saladas e arro

 



Desejo mais flores na sua vida, no seu jardim, e na sua mesa.
Um forte abraço!


@jardimdamarilua

 

 

 

 

 

 

Galeria
Comentários
Deixe seu comentário

Você também vai gostar
Identificação X
entrar usando o facebook