“A Equipe Casa Sul está funcionando normalmente em home office. Se precisar falar conosco, ligue para (41) 99966-8360 ou clique aqui para mandar uma mensagem via WhatsApp”

  • CONTENT
Conexão

Comer é um ato revolucionário

Ana Penso Onde: Curitiba • 28 de Setembro - 2018 |

Um exemplo de como o design pode colaborar para a melhoraria na qualidade de vida das pessoas

Com apenas 27 anos Gabi Mahamud tem muita bagagem de vida. Essa menina alegre e simpática, que nasceu em Minas Gerais e queria ser presidente do Brasil, hoje comanda o blog Flor de Sal e o Good Truck Brasil.
Gabi cresceu comendo pão de queijo, pamonha e doce de leite. Aos 16 anos, no restaurante de sua mãe, aprendeu sua primeira receita com uma chef formada na França, o verdadeiro Petit Gateau. Arquiteta de formação, trabalhou em renomados escritórios de arquitetura e fez intercâmbio na Itália, para aperfeiçoar seus conhecimentos. Voltou para o Brasil e o bicho da GASTRONOMIA a mordeu de vez. Entre outras iniciativas criou o blog Flor de Sal, onde mostra a famosa receita do Petit Gateau e uma história linda da sua caminhada até o momento; recomendo a leitura. Principalmente seu manifesto, onde defende que comer é um ato revolucionário e que devemos estar atentos às nossas escolhas.

No espírito de ser presidente do Brasil, criou a Good Truck, iniciativa social que leva comida para quem não a tem. Recolhe e prepara alimentos não manipulados de restaurantes e mercados. O programa gera ações positivas no âmbito social e econômico, minimiza o descarte de resíduos e alimenta quem tem fome, não é lindo? Eu sou fã dessa guria.
Arquiteta e urbanista, metida a cozinheira (como ela mesma diz), ativista e designer. Sim, isso mesmo. Gabi esta lançando uma linha de embalagens sustentáveis para alimentos.

Quando fazemos compras à granel, em mercados e empórios, usamos sacos plásticos. Tudo isso acaba indo para o lixo e parte de todo esse lixo é material poluente, assunto muito sério. Um milhão de sacos plásticos são consumidos por minuto no mundo. E toda essa quantidade é usada uma vez apenas, sendo descartada em seguida. São os principais culpados por entupimentos de passagens de água e bueiros, causando inundações e retenção de lixo. Parte de todo esse resíduo vai parar em mares e rios, causando a morte por ingestão de muitos animais, número que chega a 100 mil pássaros e mamíferos ao ano.

O polietileno usado na fabricação dos sacos é uma substância não renovável, levando até 200 anos para atingir total degradação. E tem mais, sua decomposição gera liberação de gás carbônico, o grande vilão do efeito estufa. 

Péssimo, não é mesmo?

A Gabi, como boa ativista, junto com sua sócia Lívia Rudolph, criou embalagens de algodão para substituir os terríveis sacos plásticos. São 3 tamanhos de saquinhos, que podem ser enrolados e levados na bolsa pois não ocupam espaço. São lindos e sustentáveis. Tudo que você precisa fazer é lavá-los quando necessário.

Te convido a deixar a preguiça de lado e optar por esta solução ecologicamente correta. Sair da sua zona de conforto e fazer sua parte, para mudar o mundo.

O design mais uma vez aparece em cena, fazendo o seu mais importante papel; colaborar para a melhoria na qualidade de vida das pessoas. De um tecnológico equipamento a uma embalagem de algodão, o design esta presente. Como a Gabi mesma diz:
“- Comer é um ato revolucionário.”

Eu digo:
“Criar é um ato revolucionário.”

Vamos juntos nessa jornada!

Mais informações: www.flordesal.blog.br | @gabimahamud

 

Galeria
Comentários
Deixe seu comentário

Você também vai gostar
Identificação X
entrar usando o facebook