• CONTENT
Produtos & Tendências

Roca Brasil ensina como escolher o modelo certo de assento para bacia sanitária

Onde: Curitiba • 21 de Novembro - 2019 | Fotos Divulgação

Detentora das marcas Roca, Incepa e Celite, a empresa traz dicas para garantir funcionalidade e durabilidade para a peça e a louça do banheiro

Como você escolhe o assento sanitário do banheiro da sua casa? Já parou para pensar o quanto esse item extremamente simples influencia no conforto ao usar o banheiro? É por isso que o assento sanitário precisa ser altamente resistente e oferecer fácil limpeza (fatores muito mais importantes do que a estética diferenciada e o preço econômico para garantir a qualidade de vida da família).

 

 

Preocupada em oferecer as melhores soluções para banheiros de diferentes perfis, a Roca Brasil, detentora das marcas Roca, Celite e Incepa, inaugurou há um ano a primeira fábrica de assentos sanitários no Brasil e a primeira do grupo na América Latina. Os modelos, além de fabricados sob medida para as bacias sanitárias das marcas, seguem o padrão de fabricação europeu, garantindo ao consumidor alta qualidade e a certeza do melhor uso. Para facilitar a compra, a Roca Brasil separou algumas dicas imprescindíveis para ajudar o consumidor a escolher o melhor assento para a bacia sanitária.

 

 

 

Material: No mercado, é possível encontrar assentos para bacia sanitária em diferentes materiais, mas os mais comuns são os assentos fabricados em plástico/EVA, polipropileno, resina termofixa e até madeira. O plástico tem boa durabilidade e, entre as opções, corresponde ao preço mais acessível. Já o de madeira, apesar de mais cômodo, apresenta menor durabilidade, uma vez que este é um material que danifica em contato com água e vapor e exige mais cuidado na hora da limpeza.


Já os assentos sanitários de polipropileno, como os produzidos pela Roca Brasil, são a melhor opção quanto a conforto e durabilidade. Por contarem com estrutura sólida e resistente não se rompem com facilidade, além de contar com sistema antiderrapante e ter boa resistência à umidade. A limpeza também é fácil, bastando pano macio (para evitar riscos) e sabão neutro (para não danificar o brilho). As opções dos assentos em polipropileno da Roca Brasil são divididas em Soprado e Injetado. Para os modelos Almofadados, apenas a tampa é produzida neste material. Finalmente, existem opções de assentos em resina termofixa, também produzidos pela Roca Brasil. Estes modelos possuem alta resistência a riscos, são de fácil instalação e possuem sistema antiderrapante, além de baixa porosidade para evitar o acumulo de sujeira. Todos os modelos termofixos são SoftClose®, amortecendo a queda do assento sobre o vaso sanitário.

 

 

 

Diferenciais tecnológicos: Após escolher o material, é preciso buscar o modelo que mais se encaixe com a demanda de mercado. A Roca Brasil, por exemplo, fabrica assentos sanitários com tecnologias que agregam maior funcionalidade aos produtos, dentre os quais regulagem no sistema de fixação (possibilitando o ajuste perfeito entre o assento e o vaso sanitário), o sistema Softclose® (que permite fechar o assento sanitário de forma suave) e o sistema de fácil remoção (diferencial que facilita a limpeza). A empresa também apresenta a tecnologia EasyFix®, solução que permite tirar ou acoplar o assento sanitário facilmente, com um clique – assim, é possível retirar a peça para uma limpeza completa de forma prática.

 


Dicas para adquirir o modelo certo: O assento sanitário costuma apresentar danos bem antes do que a bacia sanitária. Para adquirir peças de reposição a dica é medir a distância entre os furos de fixação na bacia e a distância deste eixo até a borda da bacia. Outra medida que facilita a escolha é desenhar a superfície do vaso sanitário em um papel e leva-la para o ponto de venda.

No caso dos assentos sanitários próprios das marcas da Roca Brasil, o caminho é verificar o código de identificação da bacia na parte de baixo da louça sanitária e, com essa informação em mãos, entrar em contato com o SAC, que ajudará na definição do modelo. Vale lembrar que a empresa trabalha com peças de reposição apenas para os assentos em linha e aqueles descontinuados no prazo de cinco anos.

 

Comentários
Deixe seu comentário

Você também vai gostar
Identificação X
entrar usando o facebook