• CONTENT
Onde morar

Projeto Curitibano é finalista de concurso internacional

Onde: Curitiba • 30 de Junho - 2021 | Fotos Divulgação

Construtora Laguna é finalista do LEED Homes Awards com o edifício Llum, em Curitiba

O LLUM, empreendimento da Construtora Laguna, é o único projeto brasileiro a figurar entre os finalistas do LEED Homes Awards anual do USGBC, premiação que reconhece alguns dos projetos residenciais mais inovadores e transformadores do mundo, bem como, as equipes que trabalharam para torná-los realidade. Pelo terceiro ano consecutivo o USGBC abriu a votação para o Projeto do Ano ao público, que deverá apontar qual empreendimento representa excelência em construção verde. Após este resultado, os jurados técnicos avaliam os participantes para definir os vencedores em todas as categorias de prêmios. Os critérios são:

·         Impacto / igualdade,
·         Design,
·         Sustentabilidade e saúde
·         Bem-estar.

A votação acontece até 29 de junho. Para votar no LLUM, basta acessar https://www.usgbc.org/articles/vote-leed-homes-awards-project-year-0. 





“Receber prêmios nunca foi nosso objetivo. Nossa dedicação é para proporcionar mais conforto, eficiência energética e consumo consciente para os clientes, e gerar impacto positivo para a sociedade.  Acreditamos e incentivamos a discussão sobre estas alternativas e edificações sustentáveis. Temos o compromisso de buscar soluções inovadoras em cada empreendimento com a intenção de aprimorar a relação das pessoas com as edificações”, explica André Marin, diretor de incorporação da Construtora Laguna, que trabalha há anos com o conceito de luxo, conforto e sustentabilidade. Pioneira e líder em construção verde no mercado brasileiro, a Laguna tem o maior número de selos sustentáveis da região Sul do Brasil.

 



Sobre o LLUM
 
Entregue em 2019, o LLUM Batel, foi o primeiro residencial pré-certificado LEED Gold no Brasil. Os ambientes contam com um sistema de iluminação eficiente, capazes de reduzir os impactos ambientais e econômicos associados ao consumo excessivo de energia. Através de luminárias tipo LED, sensores de presença, luz natural abundante através da fachada em pele de vidro, sistema de ar condicionado eficiente tipo VRF e exaustão dos poluentes da garagem controlada por sensores de demanda, o LLUM teve mais de 15% de redução de consumo de energia em relação ao padrão de referência considerado pelo LEED. Além disso, o empreendimento possui 23 módulos fotovoltaicos instalados na cobertura que contribuem para suprimento de parte da demanda de energia da edificação.

O LLUM também possui metais e louças eficientes, com baixa vazão sem comprometer conforto (chuveiros, torneiras e descargas sanitárias) tanto da área comum quanto das unidades. Com isso, a redução no consumo chega a mais de 20% do padrão de mercado considerado pelo LEED. Mais de 50% da madeira utilizada na obra é certificada FSC e materiais reciclados tiveram prioridade. Na prática, além da economia financeira, é possível ter conforto e a sensação de estar bem “em casa”.
Conheça o LLUM
 
“Entendemos que ser sustentável é abraçar a qualidade de vida de toda a sociedade”, afirma Marin. Ele conta que a construtora foi uma das primeiras do Brasil a adotar práticas de sustentabilidade no planejamento de suas obras, seguindo o padrão estabelecido pelo LEED.

Para Guido Petinelli, CEO da Petinelli – empresa de consultoria em sustentabilidade para certificação de edificações LEED, GBC e WELL – a motivação para a certificação de empreendimentos se deve aos benefícios que as construções verdes geram em termos de eficiência e sustentabilidade. E a tendência do mercado é se voltar para projetos que promovam a saúde e o bem-estar das pessoas.

 

Galeria
Comentários
Deixe seu comentário

Você também vai gostar
Identificação X
entrar usando o facebook