• CONTENT
Arquitetura

Casa para morar e trabalhar

Onde: Curitiba • 18 de Julho - 2022 | Fotos Dentro Fotografia

Trabalho e lazer se misturam com resultados surpreendentes neste imóvel multifuncional cheio de boas ideias

As fronteiras entre os imóveis “comerciais” e “residenciais” estão cada vez mais fluidas. Se antes da pandemia o trabalho em home office era opção de poucos, hoje muitos estão abraçando a possibilidade de evitar o trânsito, reduzir despesas e passar mais tempo com a família. É o caso da proprietária da Sagarana House – um imóvel multifuncional que inclui residência, estúdio de Yoga e salas de terapias holísticas.

 

 


A casa de 360m², em uma rua silenciosa e arborizada de São Pedro, em Minas Gerais, pertencia à família da proprietária desde 1987. Depois de ser usada como residência, escritório e ponto de comércio, surgiu a ideia de convertê-la em uma casa de Yoga e terapias - um retiro urbano voltado ao bem-estar. Para acomodar às naturezas distintas do imóvel os arquitetos Pedro Haruf e Cristiana Salles enfrentaram algumas dificuldades técnicas: “Havia pouca área disponível, pé direito de altura limitada e acesso por um corredor lateral extenso. Foi um desafio manter espaços amplos, com privacidade e priorizando iluminação e ventilação naturais.” – afirmou Pedro.

 

 


A primeira solução foi converter o antigo quintal em um amplo pavilhão de madeira, dedicado à prática de yoga. Esquadrias móveis, em bambu, ocultaram as janelas do espaço residencial ao lado e ganharam o complemento de uma abertura zenital que ampliou a iluminação natural.

 

 

 

O longo corredor de acesso, por sua vez, virou ambiente de descompressão: paisagismo exuberante, pergolado em fibras naturais e paredes azuis criaram uma transição agradável entre os espaços externos e internos, convidando os frequentadores a deixar as preocupações lá fora e aproveitar os serviços de relaxamento e bem-estar.

 

 


Resolvida a ala comercial, os profissionais apostaram em uma ala residencial integrada e ampla com décor despojado. Jardineiras sob as janelas e lajotas cerâmicas, fabricadas nas proximidades de Belo Horizonte, conferiram uma estética artesanal apropriada ao projeto ecologicamente responsável: apenas madeira certificada e bambu de um projeto de pesquisa em bioconstrução foram utilizados na reforma. Bem-estar, versatilidade e cuidado com o meio-ambiente: conceitos promissores para o novo estilo de viver - e trabalhar - que vem por aí.

 

 

Confira mais imagens em nossa galeria! Esta matéria foi publicada na edição 109 da Revista Casa Sul, disponível para download em nossa loja virtual.

Comentários
Deixe seu comentário

Você também vai gostar
Identificação X
entrar usando o facebook