• CONTENT
Décor

Casa para viver

Onde: Curitiba • 24 de Julho - 2018 | Fotos Rodrigo Ramirez

Neste projeto de 440m², em Curitiba, os moradores estão sempre reunidos em ambientes integrados com grandes aberturas que os conectam ao jardim

Com arquitetura moderna, a fachada recebeu placas cimentícias que imitam concreto aparente Palazzo da Impermix, esquadrias pretas de alumínio e pé-direito alto que valoriza o todo.

Se do lado de fora a residência parece introspectiva, seu interior revela o contrário. O projeto de Andréa Benthien, da Tríade Arquitetura, contempla o convívio e o prazer de estar em casa.

Baseado no dia-a-dia da família, um casal e dois filhos, a profissional aproveitou os ambientes de convivência, o living e a sala de jantar divididos por uma lareira a gás, projetados para se encontrarem na cozinha.

O marido queria que a cozinha, um de seus cômodos preferidos fizesse parte da área social então ela foi inserida no coração da casa. Um corredor iluminado se estende da entrada do núcleo dedicado ao lazer com churrasqueira, forno a lenha, spa, jogos e brinquedoteca.

O jardim interno é o destaque do projeto. É feito com placas cimentícias Palazzo da Impermix e possui alturas diferenciadas de pisos, o mobiliário é da Marili Decor. Atrás do terreno, a existência de uma Araucária fez com que tudo ao redor fosse “abraçado” pela árvore.

No andar superior, os dormitórios. A suíte master atende dois pedidos da esposa: uma escrivaninha e um espaço para leitura. Já para os quartos dos filhos, temáticas versáteis. O menino, ganhou prateleiras iluminadas para organizar as coleções de legos, cantinho de estudos e acabamento em listras e tons de azul. A menina, bancada e armários superiores para materiais escolar, ganchos para bolsas e acessórios e um criado mudo com visor para os laços de cabelo.

Além disso, o home theater também fica no segundo piso, em uma sala inteiramente dedicada com automação via Ipad. A composição é em tons de preto para lembrar o cinema e nada de materiais refletivos para não prejudicar o som e as imagens. No tratamento da parede da tela fixa optou pelo Decopainel para auxiliar na reverberação das vibrações sonoras e, no lado oposto, em um revestimento acústico próprio para salas de projeções.

O projeto também contou com a expertise do engenheiro Jocinei da Silva Portes, que escolheu sistemas ecologicamente responsáveis como: reutilização de águas pluviais, tubos solares e boiler, esquadrias com vidro duplo para conforto acústico, circuitos elétricos compatíveis com o luminotécnico. Confira todas as fotos na galeria:

Comentários
Deixe seu comentário

Você também vai gostar
Identificação X
entrar usando o facebook