• CONTENT
Décor

A luz de Budapeste

Onde: Budapeste • 10 de Junho - 2019 | Fotos ERD?HÁTI ÁRON

Com vista quase panorâmica para a capital húngara, o apartamento de dois andares explora amplas aberturas, curvas, transparências e cores para compor um cenário cheio de frescor

Situado no centro histórico de Budapeste, capital da Hungria, em um prédio que data da década de 20, o apartamento de 110 m² reformado por Margit Szinger e Géza Hamori, do Margeza Design Studio, é uma jóia rara. Com amplas janelas que permitem visualizar o rio Danúbio e os principais pontos turísticos da cidade – o Parlamento pode ser visto até do banheiro – o apartamento de dois andares é minimalista e divertido. “Nós não nos sujeitamos a nenhuma regra. Usamos paredes curvas, mobiliário arredondado e cores intensas nos espaços, para que reflitam um espírito jovial e brincalhão”, contam os profissionais.

O espaço embaixo da escada permite armazenar utensílios e eletrodomésticos da cozinha

A cor branca predomina no piso, nas paredes e em quase todos os móveis do espaço. Cores primárias, com amarelo, azul e vermelho, foram utilizadas em objetos decorativos, móveis soltos, tecidos e detalhes para quebrar a monocromia.

O jardim vertical com irrigação automatizada e a vegetação pontual espalhada pelo apartamento imprime tons de verde que finalizam a atmosfera fresh e super contemporânea do projeto.

O jardim vertical com irrigação automática ocupa uma das paredes do apartamentoNo living, a ampla janela com vista para o Palácio Real é ladeada por um banco com pés de vidro e duas cadeiras amarelas de design italiano dos anos 80. No chão, o tapete de lã feito sob medida imita o mapa da cidade, com uma linha azul simbolizando o Danúbio e um ponto vermelho indicando o endereço do apartamento. A cozinha integrada com a pequena sala de jantar utiliza o vão embaixo da escada como espaço de armazenamento de eletrodomésticos – máquina de lavar roupas, micro ondas e adega – de baixo consumo de energia.


Tanto o balcão da cozinha quanto os degraus da escada foram trabalhados em Corian, um material de alta resistência e durabilidade que permite ser moldado para a criação de móveis curvilíneos e paredes com cantos arrendondados, sem deixar emendas aparentes. A suíte do primeiro andar possui uma cama feita sob medida, para dar a impressão de flutuar. No andar de cima, mais um quarto com banheiro, que traz um espaço para o box e outro para a banheira escultural. O apartamento conta ainda com dois terraços com vista panorâmica para a cidade, ideal para receber os amigos em casa ou para saborear um café da manhã a dois.

A suíte do primeiro andar ganhou mobiliário branco com detalhes coloridos nas almofadas, manta e vegetação.

Comentários
Deixe seu comentário

Você também vai gostar
Identificação X
entrar usando o facebook